Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Campanhas de sensibilização promovem comunidades ciganas

Pormenor da capa DGS divulga projetos inovadores para a integração das comunidades ciganas. Financiadas pelo Alto Comissariado para as Migrações (ACM) através da Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas (ENICC), estão em curso várias campanhas de sensibilização para a integração das comunidades ciganas promovidas por associações que pugnam por esse objetivo. Trata-se de iniciativas com relevância no domínio da saúde, pelo que merecem ser objeto de ampla divulgação. O projeto "Latchim Sastipen" (palavra romani - em português "Boa Saúde") é promovido pela associação Letras Nómadas AIDC e financiado pelo ACM através da Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas. Este projeto surge de uma preocupação, sentida e comprovada através de estudos, com o facto de as comunidades ciganas terem menos 15 anos de esperança de vida em relação à média da sociedade maioritária. A ausência de práticas preventivas e alguns comportamentos menos corretos na temática fazem estes cidadãos portugueses ciganos viverem menos. Este audiovisual, cheio de sentido de humor, pretende alertar e sensibilizar algumas comunidades ciganas para a prática correta de prevenção na área da saúde, certos também que algumas famílias ciganas não se irão rever nestes sketches, porque, felizmente, muitas destas famílias têm planos de saúde e fazem já uma prevenção dita consciente. A Lifeshaker Associação e a Associação Kalé Heritage apresentaram, no dia 18 de dezembro, na Pousada de Juventude de Almada, a campanha "Corta o Preconceito", integrada no projeto “SIM!”, financiado pelo ACM, no âmbito do Fundo de Apoio à Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas (FAPE). A campanha “Corta o Preconceito” pretende ser um contributo partilhado e coletivo para a desconstrução de estereótipos com forte enraizamento histórico e cultural na nossa sociedade.”

Um previligio que os restantes cidadãos nacionais não podem usufruir por não terem laços ciganos nem genes familiares que os identifiquem como tal. O orçamento a entregar às associações inseridas no projeto é financiado pelos contribuintes da Segurança Social.

Ciganos.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D