Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Falso médico condenado a multa de 1500 euros

Tribunal de Vila Real.png

 

 Juiz condena falso médico e convive com falsos jornalistas.
 O Tribunal de Vila Real condenou um homem a 10 meses de prisão, substituídos por uma multa de 1500 euros, pelo crime de usurpação de funções ao fazer-se passar por médico e prestar assistência em provas automobilísticas.

O arguido era acusado do crime de usurpação de funções ao fazer-se passar por médico e prestar assistência em provas automobilísticas.
Guilherme Maia, que não compareceu nas audiências, atuou como voluntário nas corridas automóveis de Vila Real, Montalegre e Murça, tendo em algumas situações assumido o cargo de chefe da equipa médica e noutras foi, inclusive, o único médico presente na prova.
O juiz do Tribunal de Vila Real deu como provados todos os factos porque o arguido estava acusado, condenando-o pelo crime de usurpação de funções a uma pena de prisão de dez meses, que substituiu por 300 dias de multa à taxa diária de cinco euros. Ou seja, Guilherme Maia terá que pagar uma multa de 1500 euros.
O facto de ter desempenhado atos médicos, sem licenciatura ou estar inscrito na Ordem dos Médicos, foi considerado "ultra relevante" pelo juiz.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D