Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

HOSPITAL DE VILA REAL SEM MEDICAMENTOS.

RESPOSTA À NOTÍCIA " Hospital de Vila Real sem medicamentos" Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, ep
 
Relativamente à notícia publicada ontem com o título " Hospital de Vila Real sem medicamentos" temos a informar que:

. não é de todo verdade a falta de medicamentos no Hospital de Vila Real em qualquer especialidade, não sendo igualmente verdade que os doentes se tenham que deslocar a farmácias externas para compra de medicamentos;
. não existem falta de vagas de internamento em psiquiatria;
. em ginecologia não existe apenas uma médica ginecologista como refere na notícia. Mais se informa que esta especialidade tem observado os doentes dentro dos tempos de resposta definidos para a consulta externa;
. relativamente ao tempo entre a marcação e consultas de anestesia ( e como já é de conhecimento) existem carência de profissionais nesta especialidade. O CA encontra-se a desenvolver todos os esforços para resolução desta situação.

 

NOTA: a informação publicada não nos mereceu quiasquer duvidas da parte dos utentes que denunciaram o         facos, tanto mais que não nos foi dada uma resposta do Centro Hospitalar em tempo util como solicitado. Tendo, depois da publicação, confirmado algumas das denuncias dos utentes.

O hospital de Vila Real está a passar por uma fase critica de orçamento e sublotado de doentes.
O "alemdourodigital" pediu esclarecimentos à Direção do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, ep., mas até ao momento não foi obtida qualquer resposta.

Na especialidade de psiquiatria não existe medicação para tratar os utentes, em muitos dos casos têm de ser familiares dos doentes a ir a uma farmácia no exterior comprar a medicação para ser administrada no interior do hospital, num qualquer espaço. Num qualquer espaço, porque também não existem vagas para internamentos nesta especialidade. Os médicos de psiquiatria vêem-se sem meios e sem auxilio para tratar os doentes que todos os dias procuram aquela unidade hospitalar para tratar a doença, muitas vezes invisível. Ali chegam doentes de toda a região de Trás-os-Montes e Alto-Douro enviados pelas Unidades de Saúde locais, antigos centros de Saúde.

Ginecologia uma centena de dorntes por dia para uma médica

Na especialidade de ginecologia o mesmo se passa, mas com a agravante de apenas haver uma médica para cerca de meia centenas de doentes diarios. Essa médica todos os dias, das 08:00 horas até cerca das 15:00 horas, consegue observar cerca de meia centena de mulheres que ali ocorrem para tratar dos órgãos reprodutivos. E essa "grande" médica ainda tem tempo disponível para assegurar consultas na sua clínica particular na cidade de Vila Real.
Os doentes serão números em uns caso e noutros não, mas o que foi relatado ao  "alemdourodigital" é que muitos deles têm procurado outras unidades de saúde no Porto, Lisboa e Coimbra por verem a sua situação de saúde agravada com o (des) empenho e falta de meios naquela unidade hospitalar.
Os utentes com a nova Lei poderão recorrer a outras unidades de saúde nacionais.
Lamentamos que o GCI do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, ep. não tenha dado esclarecimentos tal como lhe foram solicitados pelo "alemdourodigital".

H Vila real.jpg

 O JN há algum tempo levou ao conhecimento publico: " alerta para colapso do Hospital de Vila Real", mas, não foram tomadas quaisquer medidas que têm vindo a prejudicar a saúde dos utentes.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D