Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Populares de S. João da Pesqueira revoltados com passividade das autoridades no combate ao tráfico de droga

Paulo de Morais, homónimo do candidato à Presidência da Republica, residente em S. João da Pesqueira, contactou o Além Douro Digital a quem expressou as suas preocupações quanto ao flagelo de tráfico e consumo de droga que tem "assombrado" jovens e menos jovens no concelho. "Estou preocupado porque tenho filhos. E também é o nome da Pesqueira que fica denegrido. Não entendo como um traficante é detido pela quarta vez e não fica na prisão. Para cumulo os agentes da autoridade ainda o vieram trazer a casa depois do juiz o ter libertado. Quem nos pode ajudar"? Deixou a pergunta.2759345667_d9182b1c75.jpg

Em menos de um ano, o Núcleo de Investigação Criminal GNR de Moimenta da Beira deteve dois traficantes e consumidores, em Soutelo do Douro e na sede de concelho de S. João da Pesqueira, com quantidades de droga que prevê ilícito criminal, mas em ambas as detenções a juíza do Tribunal de Moimenta da Beira mandou libertar os arguidos e que os mesmos aguardassem julgamento em liberdade. Atitude judicial que tem dado azo à continuidade do consumo e pequeno tráfico por todo o concelho duriense 

Recorde-se que na passada segunda-feira, pelas 18:00 horas, dia 25 de Janeiro, o Núcleo de Investigação Criminal GNR de Moimenta da Beira detiveram uma mulher, natural de Carrazeda de Ansiães e homem de 34 anos, residente em S. João da Pesqueira, por suspeita de tráfico de estupefacientes.

Na ação das buscas foram encontradas e apreendidas 44 doses de heroína, dez doses de cocaína, uma placa de haxixe que dividida darias para mais de 30 doses, cabeças de THC (mais conhecido por canabis) e 37 recortes de plástico para embalagem e uma navalha. O único detido presente ao tribunal de Moimenta da Beira acabou por sair em liberdade.

Bom nome da Pesqueira manchado

Desde os finais de 2014 que o nome de S. João da Pesqueira tem vindo a fazer parte das noticias nacionais e internacionais, nem sempre pelas melhores causas: A detenção do presidente do Instituto dos Registos e Notariado (IRN), apreensão de armas e trafico de droga tem denegrido o bom nome das gentes e do concelho duriense com mais área classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D