Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Tuberculose afeta mais de uma centena de pessoas na região do Alto Douro.

 Os concelhos de Lamego e S. João da Pesqueira são os de maior risco e onde há o registo do maior número de portadores de tuberculose.

 As autoridades de saúde, desde maio deste ano, que estão a tentar localizar e identificar todas as pessoas portadoras do bacilo deMycobacteriumtuberculosis, na região do Douro.

DSCI6820.JPG

  Não sendo todos os portadores do bacilo da tuberculose de risco de contágios, devido ao local onde a bactéria se alojou, todos osinfetados têm de passam por um tratamento de choque nos primeiros quinze a trinta dias de tratamento.

DSCI6728.JPG

 Nos Centros de Doenças Pneumónicas de Lamego e Vila Real estão a ser seguidas em consulta de pneumologia mais de uma centena de doentes infectados com tuberculose. Mas, há doente infetados com o bacilo da tuberculose que não fazem parte do quadro de risco de contágio, porque a bactéria se instalou em outro órgão que não os pulmões, mas mesmo assim é necessário os doentes e pessoas próximas tomarem determinadas medida de segurança.

 Os doentes, caso o tratamento corra sem alterações infectocontagiosas, passados quinze a trinta dias de darem inicio ao tratamento podem passar a simples tratamento de manutenção, por um período nunca inferior a seis meses. Os doentes em tratamento de choque, que passa pela toma de cerca de uma dúzia de fármacos todas as manhãs, podem em poucos dias passar a tomar apenas três comprimidos e assim aliviar a intoxicação do fígado e rins, que são os órgãos que mais estão em risco neste e noutros tratamentos medicamentados. havendo mesmo doentes que não aguentam a toxidade do tratamento o que pode mesmo por em risco de vida o doente.

O que mais tem vindo a preocupar os técnicos de saúde que tratam desta doençainfectocontagiosa é as faltas aos tratamentos por parte dos utentes portadores da doença da tuberculose. Além de poderem propagar o bacilo a pessoas saudáveis, estes doentes atrasam a cura por períodos indefinidos. A tuberculose tem cura, mas será necessário cumprir as recomendações médicas e sociais para que não haja mais pessoas contagiadas. 

tuberculose 8.jpg

 Refira-se que o contágio por negligência ou dolo está regulamentado na legislação portuguesa e é crime.

Segundo as estatísticas em Portugal há um ano havia vinte doentes por cada cem mil (20px=100.000px), um valor meramente residual e de pouca preocupação por parte dos Delegados de Saúde Publica e de outros técnicos ligados às doenças infectocontagiosas. Poderá o “negligenciar” da doença ter tomado contornos que escaparam a todos aqueles que estão atentos a estas doenças? A tuberculose foi isolada pelo médico alemão, Robert Koch, em 1785 e desde essa data que a tuberculose foi praticamente erradicada, mas não dizimada. Quando num meio social haja um individuo infetado este pode propagara o bacilo por toda a sociedade que o rodea.
Durante corrente ano (2016) a região do Douro sofreu um aumento, que em algumas localidades ultrapassa os 400%, relativo aos valores das estatísticas.

 A vila de Cambres, concelho de Lamego com apenas 2.000 habitantes tem um registo de mais de 20 doentes contagiados com tuberculose. Chegando mesmo a haver famílias inteiras portadoras do baciloMycobacteriumCAMBRES - BRASÃO.png. No concelho de S. João Pesqueira mais de uma dezena de pessoas foram aoCDP de Lamego fazer despiste da doença; quatro dos indivíduos deram positivo e estão em tratamento no Centro de Saúde local, onde dois deles todas as manhãs fazem a toma e outros dois são os enfermeiros do mesmo Centro de Saúde que se deslocam ao domicilio a entregar a toma que tem de ser feita presencialmente. Destes, dois ficaram em tratamentoCDP de Lamego e outros dois em Vila Real.

2759345667_d9182b1c75.jpg

 Em S. João da Pesqueira vivem cerca de 7.000 habitantes em todo o concelho. Outros dados conhecidos publicamente são da aldeia deValdigem, onde habitam 890 pessoas e conta com apenas um caso de registo de pessoa contagiada com tuberculosa. Outros concelhos estão a ser monitorizados e rastreio com o aparecimento de pessoas portadoras da bactériaMycobacteriumtuberculosis.

 Os doentes contagiados, com a bactéria chamada de Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch e com o nome comum de tuberculose, estão isento do pagamento das taxas moderadoras, têm direito a tratamento gratuito, transporte diário ou subsidio para se deslocar aos locais de toma diária da medicação. Assim como direito a transporte para consultas nos CDP`s, mas, as autoridades sanitárias não têm vindo a dar conhecimentos aos doentes desse direito, muitas vezes por falta, também, de conhecimento por parte dos enfermeiros e médicos. 

Durante o período de cura e convalescença da doença o doente têm ainda direito a “baixa” médica em que a segurança Social paga o ordenado por inteiro. Ou seja sem qualquer corte como acontece com os períodos de convalescença de outras doenças.

Produtos do agricultor1.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D