Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Além Douro Digital

Informação da Região Norte de Portugal

Suposto homicida aponta culpas para militar da GNR que sobreviveu!

Muito se escreveu e muito se contou "estórias" que nem sempre correspondiam à verdade. Certo é que as pessoas foram assassinadas e feridas com gravidade. Mas, quem foi ainda se áde saber um dia. Se calhar!

O principal suspeito dos crimes, no momento da detenção, nunca assumiu os crimes. E o mais grave é que aponta culpas veladas ao elemento da GNR que sobreviveu aos crimes, na qual o mesmo foi vítima com gravidade.

Se havia duvidas quanto a pessoa que estava  a ajudar Pedro João Dias a sobreviver e mesmo a aconselhar a entregar-se. essa duvidas foram dissipadas, hoje, pela PJ que hoje já fez algumas detenções. Amigos da região do Douro e mesmo amigos desses amigos do suspeito sempre estiveram por perto de Pedro João Dias ajudando sem que se comprometessem perante a justiça. Até mesmo os seus amigos mais a Norte de Portugal, na vila de Montalegre puderam dar o seu contributo na ajuda, ao inventarem um avistamento em Espanha para desviar as atenções das autoridades e assim encaminharem Pedro João Dias de Sabrosa para Arouca, onde ontem, passados 28 dias, depois de 11 de outubro, se entregou com toda a dignidade.

A ser verdade os comentários de Pedro Dias sobre a atuação da GNR, apenas vem confirmar a denuncia do Norte Expresso Informação quando encontramos militares da GNR a disparar perto da localidade de Carro Queimado. Mas, para este incidente um oficial da GNR apenas disse. "quem não era"? Há erros e métodos que não são toleráveis.

Pedro João Dias será presente amanhã, quinta feira, a um juiz que ira decretar as medida de coação.

Detenção de Pedro João Dias

Pedro-Dias-entrega-policia-judiciaria-em-arouca-RTSuspeito homicida de Aguiar da Beira entregou-se esta noite em Arouca.

Ao início da noite de hoje Pedro João Dias entregou-se à PJ. O suspeito já foi levado para as celas da PJ da Guarda, sendo ainda interrogado durante a noite, para amanhã ser presente a juiz em Aguiar da Beira.
Vinte e sete dias depois, Monica Quintela e dois colegas advogada do suspeito, chamaram a RTP e depois a PJ, para entregar o seu cliente. Pedro Dias apareceu cerca das 19:00 horas junto ao edifício da Câmara Municipal de Arouca.
Confessou a fuga à RTP, mas não confessou a autoria dos crimes.
O suspeito falou à RTP e explicou que não conseguia viver o resto da vida como fugitivo, o que o levou a entregar-se às autoridades.
O suspeito garantiu que nunca encontrou condições de segurança para se entregar, até agora, e que foi dormindo em casas abandonadas, onde tomava banho, e comendo o que era possível, principalmente castanhas e nozes.
O suspeito de ter matado duas pessoas - um GNR e um civil -, e de ter sido responsável por mais três tentativas de homicídio, garantiu à RTP que é inocente e que não cometeu nenhum dos crimes do que é acusado. "Eu não os matei".
Pedro Dias ter-se-á sentido perseguido pela GNR e diz que tudo começou com um mal-entendido que despoletou tudo o resto.E que ouviu da boca de elementos da GNR que se o vissem o matavam, por isso pediu a um familiar para se entregar à PJ. "Não sequestrei ninguém, não roubei ninguém e não matai ninguém", O homem acrescentou que este se mostrou "perplexo" com tudo o que aconteceu. O GNR que está vivo poderá esclarecer muita coisa quanto aos acontecimento. Confirmou que estava no local a dormir na sua viatura, quando cerca das 03:00 horas da manhã, quando foi abordado pela GNR.
Pelas 22:00 horas, foi detido pela PJ da Guarda, tendo Pedro Dias mostrado seranidade e consciente do que lhe poderá acontecer, apesar de realçar que lutará por justiça e por provar que não cometeu os crimes. Mostrou ainda muita preocupação pela filha, de quem tinha conseguido a guarda pouco tempo antes dos crimes.
O suspeito salvaguarda que não recebeu qualquer dinheiro dos pais, como chegou a ser noticiado, e que sobreviveu apenas com os 60 euros que tinha no bolso na altura dos crimes do dia 11 deoutubro, em Aguiar da Beira.

Mogadouro.jpgmogadouro1.jpgProdutos do agricultor.jpg

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D